DESPERTAR DA PRIMAVERA NO R7

O Despertar da Primavera reestreia no Teatro APCD no próximo dia 11 de setembro

Discutir as fragilidades e as características da juventude é o fio condutor da peça O Despertar da Primavera, que faz temporada no Teatro APCD toda sexta-feira entre os dias 11 de setembro e 9 de outubro, às 21h. Temas como a pressão social, moral, religiosa e sexual; a descoberta do mundo em geral e as consequências que algumas escolhas podem trazer também são abordados no espetáculo musical. O texto, de autoria do alemão Frank Wedekind, foi adaptado por Filipe Bertini, Fernando Araújo e Ivo Veter, que também assina a direção do espetáculo.

 

Embora escrito em 1891, a adaptação feita por Ivo Ueter transporta a história para os anos 1950, trazendo 38 figurinos típicos da época representados em uniformes escolares e vestidos, além de guardas chuvas, flores artificiais e mochilas. O Despertar da Primavera é um espetáculo sobre jovens que descobrem a beleza do amor e da sexualidade, ainda que também se façam presentes temas polêmicos como abuso sexual, aborto, suicídio e homossexualidade.

 

O diferencial da peça é a música com letras e arranjos compostos pela protagonista Karla Hill ao lado de seus parceiros, Jander Minesso e Cesar Mattos. Todos os atores cantam e dançam ao vivo. O espetáculo já passou pelos Teatros Juca Chaves e UMC e fez temporadas nas Fábricas de Cultura do Jaçanã, Capão Redondo, Vila Nova Cachoeirinha e Jardim São Luiz.

 

O cenário foi projetado de forma prática para dar agilidade e movimento ao espetáculo, deixando o espectador sempre atento a todas as mudanças de atmosfera. “A partir disso, conseguimos tocar a sensibilidade criativa de cada indivíduo, levando-o a diversos lugares, como um ambiente escolar, bosque e quartos. Essa proposta seria inviável sem a qualidade artística e técnica da direção e dos atores envolvidos neste projeto”, diz o diretor Ivo Veter.

 

Sobre a Cia dos Reis

A Cia dos Reis nasceu em 2012 a partir da iniciativa de jovens atores que juntos já realizavam trabalhos em outras companhias e que tinham a mesma essência e aplicação artística. Em 2013 a companhia lançou o espetáculo musical Bravo! Tudo pela Fama que conta a história de quatro atores em buscam a fama e que si deparam com vários obstáculos para conquistar esse sonho. Paralelamente o grupo lançou o infantil Pluft, o Fantasminha e no final de 2014 chegou aos palcos O Despertar da Primavera, que segue para mais uma temporada em São Paulo.

   

Ficha técnica

Direção: Ivo Veter. Texto: Frank Wedekind. Adaptação: Ivo Ueter, Filipe Bertini e Fernando Araújo. Músicas: Karla Hill e Jander Minesso. Elenco: Allan Ferreira, Dora Bueno, Fernando Maia, Filipe Bertini, Gustavo Vierling, Iara Ferreira, Ivo Veter, Karla Hill, Pablo Ginevro, Thais Cichovski Produção: Cia dos Reis. Realização: Teatro Juca Chaves e Cia dos Reis. 

 

Serviço

O Despertar da Primavera. Reestreia dia 11 de setembro, 21h. Temporada: Sextas-feiras, às 21h. Até 9 de outubro, noTeatro APCD. Endereço: Rua Voluntários da Pátria, 547, Santana (próximo ao metrô Tietê). Bilheteria: Quarta a sábado, das 15h às 22h; domingo, das 15h às 20h. www.compreingressos.com / Telefone: (11) 2223-2424. Classificação: 12 anos.Duração: 90 minutos. Capacidade: 800 lugares. Ingressos: R$40 (inteira), R$20 (meia) e R$15 (associados e funcionários APCD). 

DESPERTAR DA PRIMAVERA NA GLOBO.COM

10/09/2015 17h09 - Atualizado em 10/09/2015 17h09

'O Despertar da Primavera' ganha nova temporada em São Paulo

Escrito pelo alemão Frank Wedekind, musical foi adaptado por Ivo Veter


Elenco da peça reunida: musical faz temporada no Teatro APCD

Sucesso ao redor do mundo, o musical “O Despertar da Primavera” ganha a partir desta sexta, 11 de setembro, uma nova temporada em São Paulo, agora no Teatro APCD. Escrito em 1891 pelo alemão Frank Wedekind e adaptada para 1950 por Ivo Veter, que também dirige o espetáculo, o texto aborda questões características da juventude, como a descoberta do amor e a sexualidade, através da histórias de jovens reprimidos pela sociedade da época e por suas famílias.


A montagem coloca em cena jovens que descobrem a beleza do amor e da sexualidade, ainda que também se façam presentes temas polêmicos como abuso sexual, aborto e suicídio. As consequências que algumas escolhas podem trazer para quem as toma também são retartadas no espetáculo, que apresenta todas as canções interpretadas ao vivo pelos atores. Allan Ferreira, Dora Bueno, Fernando Maia, Filipe Bertini, Gustavo Vierling, Iara Ferreira, Ivo Veter, Karla Hill, Pablo Ginevro, Thais Cichovski formam o elenco.


– Conseguimos tocar a sensibilidade criativa de cada indivíduo, levando-o a diversos lugares, como um ambiente escolar, bosque e quartos. Essa proposta seria inviável sem a qualidade artística e técnica da direção e dos atores envolvidos neste projeto – explica o diretor Ivo Veter.